18 outubro 2009

"O mundo não é como você pensa que é. Você não é quem você pensa que é. Eu não sou quem você pensa que eu seja. Seus pensamentos sobre o mundo, sobre si mesmo, ou sobre mim, são baseados em percepções. Sejam elas percepções internas ou externas, elas são limitadas. E no reconhecimento disso, você se torna capaz de ouvir o convite para a verdade de si mesmo - que não pode ser percebida nem imaginada, e ainda assim, permeia tudo."
(Gangaji, The Diamond in your Pocket)

Nenhum comentário: