04 abril 2010

Unidade e o papel dos Relacionamentos


"As pessoas, em geral, não se sentem conectadas com os outros. Não se sentem conectadas a seus cônjuges, nem a seus filhos, tampouco a seus pais. Estão alienados da Natureza, de Deus e do mundo à sua volta.
Solidão, falta de significado e vazio é o resultado deste estado de coisas.Para escapar dessa miséria, foram criados todos os tipos de atividades, de trabalho, lazer e distração. Mas você permanece um estranho até para você mesmo"
(continua...)
"...Quando você acorda para você mesmo, acorda para as alegrias dos relacionamentos.É como um homem cego acordando num mundo de cores. Você percebe que a vida, de fato, é relacionamento.

Descobrir amor nos relacionamentos é o maior remédio para todas as doenças, e a solução para a maioria dos problemas. E nesse momento, no amanhecer de uma nova civilização, da Era da Unidade, esse é o fato individual mais explosivo de nossa vida.

Temos um destino a criar, um estado de consciência que é a Unidade com tudo isso. Se você pode atingir Unidade com seu cônjuge, seus filhos, com seus amigos, então atinge a Unidade com Deus. Porque amar a Deus não é diferente de amar o cônjuge, o filho, o pai ou a si mesmo.

Como consequência deste estado interno no Homem, mudanças passarão a ocorrer, como um reflexo, no mundo externo, e essas mudanças poderão trazer o que chamamos de a Era Dourada."
(Sri Bhagavan, trecho do vídeo sobre Unidade e o papel dos Relacionamentos)

Nenhum comentário: