29 setembro 2010

Consciência é o desconhecido

“Consciência é o desconhecido. Não o desconhecido que poderá ser conhecido amanhã. Ela é o não cognoscível. E permanecerá para sempre não conhecida. Tudo que existe, é consciência. Aquele que faz a pergunta “o que é consciência?”, é consciência. Aquele que está respondendo, é consciência. O próprio processo de perguntar e responder é, em si, consciência. Se tudo for consciência, como você poderia um dia conhecê-la? Para conhecer algo, você precisa estar fora dele. Para compreender alguma coisa, você tem que estar fora dela. Você não pode ser parte daquilo que busca conhecer. A parte nunca pode compreender o todo. Consciência deverá permanecer não conhecida para sempre.” (Sri Bhagavan, ensinamento do curso “Despertar da Unidade”) Click for english version...

“Consciousness is the unknowable. It is not the unknown that it could be known tomorrow. It is the unknowable. It shall forever remain unknown. All that is, is consciousness. The one who is asking the question is consciousness. The one who is answering is consciousness. The very process of questioning and answering, that itself is consciousness. If everything were consciousness, how could you ever know it? To know a thing you need to be out of it. To understand a thing you need to be out of it. You cannot be a part of that which you seek to know, the part can never understand the whole. Consciousness shall forever remain unknowable” (Sri Bhagavan, teaching from the “Oneness Awakening” course)

Nenhum comentário: