12 novembro 2016

~ Milagre de ser o milagre de alguém / Miracle of being someone else's miracle ~

[Eng/Port]

Deus nos usa a todos, a todo momento, para ajudar uns aos outros...

Sabem aquele supermercado mais caro que meu Divino usa como parque de diversões de milagres? Pois é... ontem de novo. Mas ainda mais bonito...

Estava com o carro saindo de casa decidindo ir para a esquerda, para o supermercado mais em conta. Dentro, meu Divino disse: vá para a direita. É a direção do supermercado mais caro...

Puxa, então você quer mais flores? Tá bem, eu vou comprar (achei que era por causa das flores, que eu só compro no supermercado que é mais caro porque são mais bonitas). Lá fui eu...

Estacionei o carro, fui para a entrada... (ih, pausa! Uma aranha agora mesmo aqui me visitando, bonitinha... Aranhas são também sinal do meu Divino, e essa eu nunca vi aqui em casa. Visitante nova! Dá o maior trabalho limpar a casa sem matar as aranhas, pq eu adoro elas como adoro meu Divino)

Voltando...Ao seguir pra entrada, avistei de longe um rapaz sentado com uma estrutura redonda na perna. Me impressionei como estava até bonito de tão estruturado os pinos naquela estrutura de metal. Juntando os ossos da perna dele. Ele viu que eu via. Ao chegar perto, falei espontaneamente (e como se fosse uma amiga muito antiga dele - e isso me surpreendeu também, assim como o carinho que saiu de meu tom de voz): Machucou feio aí né? (cont...)

Ele respondeu: sim, e foi Deus que me virou, moça... - Como foi isso? perguntei... Ele: eu caí de um andaime, 5 andares, ia caindo de cabeça, e ia direto, sem nada par ame amparar. Mas Deus me fez cair de pé. Ele me virou quando eu quase chegava no chão. Eu: nossa, então vou reformular: machucou bem pouco aí né? Ele riu... É moça, e na verdade eu não machuquei nada, podia ter quebrado as duas pernas.

Continuei conversando com ele, ele tinha uma beleza... Era humilde, e tinha uma claridade, algo muito 'limpo', uma pureza, eu senti. Ele me pediu ajuda. Moça, você pode me ajudar? Eu: Você quer mais alguma coisa de comida? posso trazer, eles vendem uns pratos bons aqui. Ele disse 'Não, moça, eu tenho família em casa. Prefiro que você me traga umas salsichas e coxas de frango e minha esposa cozinha...'

E então eu entendi por que meu Divino tinha me mandado para aquele supermercado. Era para ajudá-lo.

E lá fui eu, A Vegetariana por anos, fui alegremente namorar a prateleira de carnes e frangos, e comprei as melhores salsichas também que achei. E o frango eu queria peito, mas meu Divino disse que coxa era o que ele queria. Ok, comprei um monte, das mais gorduchas. Nem pedi desculpas aos animais, porque era tudo guiado mesmo pelo Divino...Tudo é tão perspectivo e relativo nessa vida...

Comprei minhas coisas, paguei, voltei até o rapaz... - A sua esposa sabe que você está aqui? Ele: sim, moça. - Tá. E você tem ido rezar em algum lugar? Ele: a gente está pensando em voltar à igreja católica. - Faz isso sim, vai pra qualquer igreja, qualquer lugar, mas vá a algum lugar rezar e agradecer pela sua vida. Você e a esposa. Devem rezar e agradecer.

E como está sua situação? Está recebendo seguro? Ele: você tem empresa, moça? (ah, como eu quis ter uma empresa para ajudar ele... ) Eu: não, mas estou perguntando porque estou preocupada com você... Ele: moça, quer ver minha situação? - Sim...

E era o caos. Apenas dia 2 ele terá uma perícia, porque faltou informação de que ele teria que ter se apresentado antes no posto de perícia. E ele tem pedido 10 reais emprestado aqui e 50 reais ali. Minha preocupação aumentou e eu nem sabia por que... Ele: moça, já fui tudo isso aí, drogado, álcool, revoltado quando jovem. Mas não sou mais não, e não vou cair de novo.

- Deus me salvou e eu estou passando isso, mas poderia ter perdido minha vida, e Deus me virou de cabeça pra cima. Eu ia caindo com a cabeça no chão... E isso não é nada, moça, daqui a pouco está tudo bem. Tudo está bem já... Sorrimos um pro outro.

Era isso, ali estava alguém que viu de tudo, sofreu de tudo, e agora sofreu um golpe duro, e estava diiante de mim cheio de fé e com o coração grato. Tão bonito que ele era...

Orei ali mesmo por ele. - Pai, pega na mão desse bem forte, por favor. Se eu pudesse pegava eu mesma. Meu Divino disse que eu já tinha pego. E que estava tudo bem, tudo encaminhado e bem.

Segui meu dia com essa experiência gravada no coração.

~ * ~

Milagres nem sempre vêm para nós diretamente.

Muitas vezes nós somos o milagre de alguém.

Outras tantas vezes o milagre de alguém nos salva o dia.

E muitas, incontáveis vezes, não vemos os milagres que temos e que somos.

Obs: comprei mais flores para meu Divino, grata por ter me tornado o milagre de alguém, e muito mais grata ainda por ter sido testemunha de uma vida salva pelas mãos de Deus...

Narayani

======================
[Eng]

~ Miracle of being someone's miracle ~

God uses us all, at all time, to help one another ...

Do you know that most expensive supermarket that my Divine uses as an amusement park of miracles? Yeah ... yesterday again. But even more beautiful ...

I had the car leaving home, deciding to go left, to the supermarket more in account. Inside, my Divine said: go to the right - It's the most expensive supermarket direction ...

Oh, so you want more flowers? Okay, I'll buy it (I thought it was because of the flowers, which I only buy at the supermarket that is more expensive because they are more beautiful).

There I went ...

I parked the car, went to the entrance ... (oh, pause!... a spider, right here visiting me, cute ... Spiders are also a sign of my Divine, and this one I have never seen here at home. It gives me lots of work to clean the house without killing the spiders, because I love them as I love my Divine)

coming back...

As I went to the entrance, I caught sight of a young man sitting with a round structure in his leg. I was impressed as it was even beautifully structured, so the pins in that metal frame. Gathering the bones of his leg. He saw what I saw. When I got close, I said it spontaneously (and as if I was a very old friend of his - and that surprised me as well as the affection that came out of my tone): It hurt ugly right?

He answered, "Yes, and it was God who turned me, lady." "How was that?" I asked ... He: I fell from a scaffold, five floors, was falling headlong, and went straight, with nothing to hold me. But God made me fall to my feet. He turned me when I almost got to the ground. Me: Oh, so I'm going to rephrase: it hurt very few, right? He laughed ... Yes, lady, and I did not really hurt anything, I could have broken both legs.

I kept talking to him, he had a beauty ... He was humble, and he had a clarity, something very 'clean', a purity, I felt. He asked me for help. Ma'am, can you help me? Me: Do you want anything to eat? I can bring, they sell some good dishes here. He said, 'No, lady, I have family at home. I'd rather you bring me some sausages and chicken thighs and my wife cooks ... '

And then I understood why my Divine had sent me to that supermarket. It was to help him.

And there I was, The Vegetarian for years, I was happily staring the meat and chicken shelf, and I bought the best sausages too that I found. And the chicken I wanted breast, but my Divine said that thigh was what he wanted. Okay, I bought a bunch of the fatties. I did not even apologize to the animals, because it was all guided by the Divine ...

Everything is so perspective and relative in this life ...

I bought my things, paid and went back to the man... - Does your wife know you're here? Him: yes, lady. - OK. And have you already gone to pray somewhere? He: We are thinking of going back to the Catholic church. "Do this, go to any church, anywhere, but go someplace to pray and thank for your life. You and the wife. You should pray and thank.

And how is your situation? Are you getting insurance? He: Do you own a company, lady? (Ah, how I wanted to have a company to help him ...) Me: no, but I'm asking because I'm worried about you ... He: lady, do you want to see my situation? - Yes...

And it was chaos. On day 2 he will have a exam to aprove insurance, because he lacked information that he would have to have appeared before at the examination post. And he has borrowed 10 Reais here and 50 Reais there. My concern increased and I did not even know why ... He: lady, I was all this, drugged, alcohol, revolted when I was young. But I am no longer, and I will not fall again.

"God saved me and I'm going through this, but I could have lost my life, and God turned me upside down. I was falling headfirst on the ground... And this is nothing, lady, it's okay soon.. All is well already ...

We smiled at each other.

This was it, there was someone who saw everything, suffered from everything, and now suffered a hard blow, and was staring at me full of faith and a grateful heart.

Such beauty that he had...

I prayed right there for him. "Father, take this hand strongly, please." If I could I would just take it myself. My Divine said that I had already done it. And that everything was fine, everything was going well.

I followed my day with this experience engraved on my heart.

~ * ~

Miracles do not always come to us directly.

Many times we are the miracle of someone else.

So many times the miracle of someone saves the day.

And many, countless times, we do not see the miracles we have and the miracles of who we are.

Note: I bought more flowers for my Divine, grateful for having become the miracle of someone, and much more grateful for having been a witness of a life saved by God ...

Narayani 

Um comentário:

Selma disse...

<3 Lindo!