24 dezembro 2017

Um dos últimos Natais...

Amados, Feliz Natal pra vocês e suas famílias.

Estamos vivendo um dos últimos Natais na inconsciência de quem somos.

Observem a si e suas famílias, como se sentem, com que palavras expressam (se expressam) seu apreço e afeto pelos seus familiares e amigos.

Observem esse súbito desejo de ser e fazer o bem, e como isso vem apenas nessa época - antes tarde do que nunca.

Observem a mídia que abre espaço para boas notícias só nessa época, porque é notícia ser bom e fazer o bem, e reconhecer isso é permitido.

Observem os pedintes nas ruas, que sabem que nessa época nós os vemos e os sentimos mais e melhor. E observe como isso é verdade. (continua...)

Observe seu desejo de estar bem... de ser bom... de fazer o bem... e tudo bem. Mas observe como só é assim nessa época do ano...

Observe a parte difícil também... Os convívios difíceis, as conversas e interações desagradáveis, as co-dependências, manipulações, pressões emocionais de todo tipo... Observe a culpa que pode nos mover a ser e fazer o que não queremos.

Observem a comilança e a matança de animais para pôr na mesa tantos os pernis e pratos, e observem a decisão pelo esquecimento de quem já começa a sentir - mas ainda não sabe como atender - o chamado da consciencia da Unidade com tudo o que é vivo e deseja viver e ser livre...

Observem a influência do álcool e como aos poucos a enrgia muda. Observem como se sentem observando tudo, se tudo isso é nutridor ou perturbador em si...

Observem os doce e presentes, a colaboração ao cuidar das festas e todo o trabalho e investimento por trás delas.

Observem a necessidade de se estar bonito e parecer feliz (pelo menos parecer).

Observem os brindes e bons desejos...

E observem como os Ancestrais são esquecidos. Nosso esquecimento é grandioso ao ponto se não lembrar de incluir nos bons desejos os ancestrais que nos deram seu sangue, seus méritos e esforços, sua herança de conquistas e de lutas....

E observem, enfim, se vocês de verdade oram e desejam o melhor a todos, como fazem parecer as mensagens positivas de fim de ano...

Observe a si...
Você observa?
Você ora / intenciona?
Você se conecta?
Você agradece?
Você lembra do outro?
Você lembra de si?
Você lembra de Deus? Da Vida? Do Cosmos? Do planeta Terra? Mãe Natureza? Da humanidade, você lembra que é parte disso tudo?

Um dos últimos Natais na inconsciência de Quem e do Quê somos. Vamos celebrar sim...

As Festas são belas, mas as silenciosas celebrações da reforma interior são ainda mais belas, porque incluem, nutrem, respeitam e honram a Todos e Tudo que Há, a cada dia.

Há 2017 anos atrás, manifestou-se, uma vez mais, uma Consciência de Luz em nosso Planeta. Ela veio em forma humana, para Despertar essa mesma Consciência em cada um.

O trabalho feito há 2 milênios atrás vem sendo feito há bem mais tempo do que imaginamos. E segue se espalhando e multiplicando, em todas as direções, seres, lugares. Sem distinção de raça, crença, conhecimento, cultura, geração ou civilização.

Celebremos o desabrochar dessa Consciência em nós, em todos, e em tudo ao redor.

Feliz Natal. Bem-vindos à Nova Era e aos Natais da Consciência da Nova Era.

Com gratidão, humildade, respeito e carinho,
Narayani ♥ ♥ ♥

Um comentário:

Ana Maria Dourado disse...

Feliz Natal, Narayani!

Gostei muito das suas palavras e gostei mais ainda de ver que fiz a lição de casa direitinho... Lembrei dos antepassados e agradeci a cada um deles por tudo o que fizeram. Também agradeci e expressei amor às pessoas ao meu redor, que são muito importantes para mim e, por fim, agradeci e dediquei um tempo sozinha com Jesus, o dono da festa!

Tenho seguido você, muito obrigada por tudo!
Beijos,
Ana Maria Dourado.